Seagri articula vinda de técnico do Ministério da Agricultura para obtenção do selo de inspeção federal

A necessidade de qualificação, inicialmente apresentada pela secretaria municipal da Agricultura de Nossa Senhora da Glória.

N. SENHORA DA GLÓRIA/SE – Apicultores de Nossa Senhora da Glória, Porto da Folha e Japaratuba receberam orientações para regulamentar os estabelecimentos agroindustriais de mel, própolis e outros derivados da apicultura. A necessidade de qualificação, inicialmente apresentada pela secretaria municipal da Agricultura de Nossa Senhora da Glória e posteriormente por outros municípios, foi atendida pela secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), que intermediou a visita de orientação do médico veterinário Ornã Teles, do Ministério da Agricultura, para prestar os esclarecimentos.

O encontro aconteceu na Associação de Apicultores de Glória, na última semana. Na ocasião, técnicos e apicultores, de forma pedagógica, simularam uma fiscalização, com o objetivo de instruir a readequação da unidade para a obtenção do selo de inspeção federal. Participaram da atividade, também, o chefe do escritório regional da Emdagro [Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe] no Alto Sertão, Aryosvaldo Ribeiro, e o secretário municipal da Agricultura de Glória, Dijalci Aragão.

O veterinário Ornã Teles explicou que “a estrutura de funcionamento de uma casa de mel ou entreposto de produtos da apicultura pode ser muito simples, mas deve atender a um arranjo produtivo mínimo, com layout adequado para este tipo de unidade produtiva”. Segundo ele, a estrutura da Associação de Apicultores de Glória tem capacidade para beneficiar até 40 toneladas de mel/ano, condição suficiente para receber a produção de toda região Alto Sertão. Atualmente, contudo, está operando com uma produção de seis toneladas por ano, originada dos produtores locais. Com pouco investimento, estará em condições de receber o selo de inspeção federal e ampliar a produção.

O secretário da Agricultura de Nossa Senhora da Glória avaliou positivamente o encontro e acentuou as expectativas. “Achei extremamente positiva a visita de um técnico do Ministério da Agricultura para tirar nossas dúvidas quanto às exigências federais para alcançarmos a aprovação do Sistema de Inspeção Federal (SIF) do mel gloriense e da região. Agradecemos ao secretário André Bomfim pela sensibilidade de ter feito essa articulação”, afirmou Dijalci.

Ainda de acordo com ele, em Glória, 90% das instalações estão dentro do padrão da inspeção federal, segundo afirmou o técnico do MAPA. “O próximo passo é alcançarmos o pouco que falta para a adequação total. Tenho certeza que, com o apoio da Seagri, poderemos ajudar estes apicultores a colocar seus produtos nas prateleiras dos supermercados e na merenda escolar, com preço justo e atendendo às exigências sanitárias”, concluiu o secretário de Agricultura de Glória.

Texto: Ednilson Barbosa

FOTO: Jorge Rabanal

 

Deixe seu comentário...