Sergipe em transe

Alega, com razão, falta de passageiro, motivada pela total ausência de uma política de turismo.

POLÍTICA E COTIDIANO – ADIBERTO DE SOUZA – Nunca antes na história de Sergipe se viu crise econômica tão grave quanto a atual. O estado se encontra em petição de miséria e o governo de plantão parece não ter projetos para tirá-lo desse transe. Quer um exemplo? Menos de 15 dias após o leilão do Aeroporto de Aracaju uma empresa aérea ameaça suspender o voo entre a capital sergipana e Salvador. Alega, com razão, falta de passageiro, motivada pela total ausência de uma política de turismo. Grandes empresas já caíram fora e outras desistiram de investir em Sergipe, aumentando o crescente desemprego. Acuado pela própria inércia, o governo que dizia “ter chegado para resolver” chora pelos cantos, pede mais sacrifício à população e reza por um socorro financeiro vindo de Brasília. Enquanto isso não ocorre, o estado segue aos trancos e barrancos, tal qual o velho caminhão sem força para encarar a próxima ladeira. Só Jesus na causa!

Ladrões de merenda

Enquanto os estudantes comem pão dormido, asa de frango e bebem água açucarada, alguns empresários e prefeitos enchem os bolsos com o dinheiro destinado à compra da merenda escolar. Isso ocorre há anos, mas não se tem notícia que alguém tenha sido preso por ter deixado milhares de alunos a pão e água. Quando muito, os ladrões do dinheiro da merenda são denunciados pela imprensa ou respondem leves processos administrativos. Homem, vôte!

Compras online

Os homens são responsáveis por 52% das transações realizadas na internet. Pesquisa do Instituto Marplan mostra que, apesar do crescimento do poder de compra da classe C, as classes A e B ainda são maioria nas compras eletrônicas, com 72%. Quanto ao nível de escolaridade, 48,1% dos compradores online possuem nível superior incompleto. Os compradores gostam de tecnologia, funcionalidade e praticidade. Então, tá!

Visita aguardada

Quando será que o ex-deputado federal André Moura (PSC) visitará o ex-presidente Michel Temer (MDB) na Polícia Federal, onde está preso? Beneficiado politicamente no governo temerário, do qual foi líder no Congresso, o político sergipano não deve fazer essa desfeita ao mordomo de filme de terror. Aliás, até agora apenas o ex-ministro Carlos Marun se dignou a visitar o amigo ex-presidente no xilindró. Aff Maria!

Kassab em Aracaju

O PSD promove em Aracaju seu Encontro Estadual para discutir sobre as eleições de 2020 e atrair novos filiados. Marcado para sexta próxima, o evento será prestigiado por Gilberto Kassab, presidente nacional do partido. Aliás, o líder maior do PSD anda as voltas com a Polícia Federal, que investiga se ele recebeu mais de R$ 58 milhões em propina. Acuado pela delação, Kassab deixou a Secretaria de Governo de São Paulo. Ao mesmo ficou com mais tempo para perambular pelo país. Marminino!

Perda de tempo

Políticos e empresários sergipanos perdem tempo ao tentar convencer a Petrobras a reabrir a Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen), de Laranjeiras. A estatal alega que a unidade produtora de amônia e ureia gerava um prejuízo anual de R$ 250 milhões. Como não apareceu um único interessado em comprar a Fafen, a saída é arrenda-la. Danou-se!

Longe de Sergipe

Eleito por mais de 45 mil sergipanos, o deputado federal Valdevan Noventa (PSC) preferiu ir a São Paulo protestar contra a reforma da Previdência. Em Sergipe também houve manifestação popular contra o projeto do governo Jair Bolsonaro (PSL), porém Valdevan optou em se manifestar ao lado dos amigos paulistas. Por que será?

O peso da cor

Meninos negros são as principais vítimas do trabalho infantil: 5,8% dessa população, de 5 a 15 anos, desenvolvem algum tipo de trabalho. Publicação do Sistema Nacional de Indicadores em Direitos Humanos mostra que entre garotos brancos, a taxa de ocupação da mesma faixa etária é 3,7%. Entre as mulheres, a taxa é 2,9% entre as negras e 2% entre as brancas. As regiões Norte e Nordeste lideram o ranking com 5,3% e 4,9% de crianças e jovens ocupados, respectivamente. Crendeuspai!

Bola fora

E o deputado federal Gustinho Ribeiro (SD) acha uma tremendo equívoco do governo Bolsonaro (PSL) atacar o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM). Segundo o sergipano, o governo erra quando não organiza sua base no Congresso e ataca justamente quem tenta atrair votos a favor da reforma da Previdência. Gustinho sugere aos aliados próximos de Bolsonaro que ajam com bom senso. Misericórdia!

Inveja de Raul

O desejo do governo federal de, na prática, acabar com a aposentadoria, tem gerado inúmeros “prints” curiosos enviados pelos Whatsapp e facebook. Veja dois deles: “Até agora, a única aposentadoria confirmada é a do Raul Seixas, que nasceu há 10 mil anos atrás”. O INSS contesta: “Não é bem assim. Ele tem falhas nas contribuições, pois não contribuiu no dia em que a terra parou”. Arre égua!

Recorte de jornal

Publicado no Correio de Aracaju, em 31 de julho de 1920.

Resumo dos Jornais

Deixe seu comentário...