Sergipe terá de ser transformado em palco atraente para o ambiente de negócios, diz Belivaldo

O governador Belivaldo Chagas (PSD) participou na tarde desta segunda-feira (03) da sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos na Assembleia Legislativa.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

SERGIPE – O governador Belivaldo Chagas (PSD) participou na tarde desta segunda-feira (03) da sessão solene de abertura dos trabalhos legislativos na Assembleia Legislativa.

Belivaldo dsse que “na primeira mensagem ao Poder Legislativo, quando  se iniciava o nosso mandato e a atual Legislatura, houve, da nossa parte, um enorme esforço para, sem falsear a verdade evitar, que  das  palavras  proferidas, escapasse algum sentido figurado, visando disfarçar o pessimismo. Necessitávamos urgentemente de reformas, a começar pela da Previdência. É necessário, é imprescindível para quem governa, evitar o pessimismo, assim, impedindo que a devastação desse sentimento não se alastre, retirando a vontade e o ânimo das pessoas”, disse o governador.

Em seu discurso, o governador falou do clima de pessimismo e das dificuldades. “Naquele clima adverso de dificuldades inúmeras e também  incertezas,  o pessimismo parecia ser algo como um inevitável contágio, do qual não poderíamos escapar. Conseguimos resistir, Sergipe resistiu, Sergipe revigorou-se por entendermos, todos, que a capitulação ao pessimismo   seria a antecipação da derrota. Na Mensagem inaugural proferida nesta Casa há um ano,  afirmei: Não podemos falsear com retoques amenizadores o retrato fiel da crise que enfrentamos, e das dificuldades que acompanham o nosso dia a dia. Conhecer com exatidão o tamanho de um problema, é o primeiro passo da racionalidade que se exige para enfrenta-lo com sucesso”.

Belivaldo Chagas disse ainda que “estamos,  hoje, capacitados a dizer que os piores momentos já foram superados. Temos, diante de nós, uma estrada aberta em direção aos objetivos que colimamos. O percurso desse caminho, somente se completará com sucesso, se houver um somatório de muito trabalho, estudos e análises, articulações bem sucedidas, e uma cuidadosa prospecção por variadas alternativas. Mais do que comemorar avanços, é nosso dever inafastável e fundamental, reconhecer e agradecer. Não tenho vocação nem temperamento para curvar a espinha em atitude de subserviência. Não por ausência de humildade, mas, pela convicção de que  não existe a humildade quando prevalece a hipocrisia, que é a pior forma do oportunismo”.

Belivaldo conclui seu discurso falando da importância da reforma da previdência. ”No reconhecimento  agradecido que faço a todos, ressaltando a importância da Reforma da Previdência para o próprio futuro do nosso estado,  refiro-me ao ilustre e dinâmico  presidente Luciano Bispo, um amigo, um cidadão  que fez da política o terreno fértil onde cultiva com  muita competência e lucidez a arte de servir,  desejando, igualmente, destacar  o empenho de cada um dos senhores deputados, a dedicação ao interesse público, a fidelidade a Sergipe e aos sergipanos. Divisando no horizonte esse novo tempo, Sergipe terá de ser transformado em palco atraente para o ambiente de negócios. Aqui, o investidor, principal protagonista da economia, deverá ter a certeza de que  as instituições públicas operam para  valorizar e estimular o empreendedorismo. O governo do estado está concluindo o sepultamento dos ranços de uma burocracia retrograda e prejudicial. Na ADEMA, sem abandonar o rigor dos protocolos essenciais para licenciamentos, tornou-se possível agilizar as licenças, e estão sendo desemperrados projetos para que se concretizem, sem causar danos ao meio ambiente. A aprovação da Lei de Gerenciamento Costeiro abre amplas perspectivas para o início de empreendimentos turísticos e imobiliários no litoral sergipano. No que se refere ao  turismo, estabeleceu-se agora, como diretriz de política pública, em primeiro lugar a gestão  profissionalizada e rigorosamente técnica” finalizou o governador.

Com informações e foto de Marcos Aurélio

Deixe seu comentário...