Sinpol emite nota de apoio aos policiais civis Adriano Sobral e Ricardo Porto

Após confusão ocorrida entre os policiais civis Adriano Sobral e Ricardo Porto

 

ARACAJU/SE – O Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE) informa que está acompanhando desde o final da tarde desta segunda-feira, 28, a confusão ocorrida entre os policiais civis Adriano Sobral e Ricardo Porto, diretor da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (Core).

Segundo informações da Corregedoria da Polícia Civil, o policial Adriano Sobral teria cometido os delitos de ameaça, dano ao patrimônio público e disparo para cima de arma de fogo, dentro da Core, após ser comunicado que seria transferido para outra unidade policial. Não houve disparo contra o outro servidor policial.

Diante da confusão, o policial Adriano Sobral passou mal e foi encaminhado ao hospital. A Audiência de Custódia relacionada ao caso está agendada pelo Tribunal de Justiça para a tarde desta terça-feira, 14h, situação que será também acompanhada pela direção do Sinpol/SE.

Em tempo, a direção do sindicato aproveita a oportunidade para destacar o trabalho de excelência que vem sendo desenvolvido pelo agente de Polícia Civil Ricardo Porto à frente do Core, antigo Grupo Especial de Repressão e Busca (Gerb), profissional preparado tática e tecnicamente para desempenhar suas ações nesta unidade especializada da Polícia Civil.

Sindicato dos Policiais Civis do Estado de Sergipe (Sinpol/SE)

Deixe seu comentário...