Vereador diz que o irmão foi morto com tiro nas costas dentro do Compecan

O vereador de Aracaju Anderson de Tuca fez uma grave denúncia.

ARACAJU/SE – O vereador de Aracaju Anderson de Tuca fez uma grave denúncia na manhã desta quinta-feira (31) ao informar que o irmão, Wesley Santos Silva, 33 anos, foi morto vitima de um tiro nas costas dentro do Complexo Penitenciário Manoel Carvalho Neto (Compencan). A prisão de Wesley teria sido por embriagues ao volante.

As informações passadas pela SSP são de que houve um tumulto e por conta disso Wesley teria sido ferido, socorrido e encaminhado ao Huse, onde acabou morrendo. Na nota da SSP não há informações sobre a causa da morte.

Em entrevista ao jornal da Fan, Anderson de Tuca, afirma que o laudo expedido pelo Instituto Médico Legal (IML) mostra que a causa da morte teria sido um tiro nas costas que teria transpassado o corpo. O vereador questiona como a suposta arma teria entrado no presídio.

O vereador afirma ainda que as informações de que o irmão teria sido socorrido por uma equipe do Samu não procedem. Anderson afirma que Wesley foi levado ao Hospital de Urgência de Sergipe por uma viatura do Desipe.

Ainda segundo Anderson de Tuca, o irmão foi atingido pelo tiro por volta das 15:45h e ele teria sido levado para o hospital às 16:45h, ou seja, uma hora após a confusão.

Já as informações passadas por Agenildo Junior, diretor do Desipe, todo o sistema é monitorado por câmeras de segurança que teriam gravado todo o tumulto. Agenor diz ainda que o caso já foi encaminhado para a corregedoria e que as imagens já foram recolhidas para as investigações. Agenildo disse também que as imagens mostram o momento em que aconteceu o tumulto.

Com informações do radialista Narcizo Machado

Munir Darrage

Deixe seu comentário...