Vereadora Cely Calumbi tem mandato cassado por unanimidade

O relator, juiz Leonardo Souza de Santana Almeida, votou pelo conhecimento e pelo NÃO provimento do recurso, assim, foi acompanhado pelos outros membros do colegiado.

Compartilhe...
Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Print this page
Print

ILHA DAS FLORES/SE – Na sessão plenária desta segunda-feira, 30, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Sergipe (TRE-SE) cassou, por unanimidade, o mandato da  do município de Ilha das Flores. Foi mantida a sentença que julgou a representação por captação ilícita de sufrágio.

O recurso eleitoral interposto pela vereadora foi considerado improcedente. O relator, juiz Leonardo Souza de Santana Almeida, votou pelo conhecimento e pelo NÃO provimento do recurso, assim, foi acompanhado pelos outros membros do colegiado. A recorrente foi condenada nos termos do artigo 41-A, da Lei nº 9.504/97, além de ser condenada ao pagamento de multa no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais). Foi declarada também a sua inelegibilidade por 8 (oito) anos, nos termos da alínea j, inciso I, do art. 1.º da Lei Complementar nº 64/90.

Conforme o caput do art. 257 do Código Eleitoral, decidiu-se que a execução do acórdão deve ser realizada imediatamente, com a publicação, independentemente de eventual oposição de embargos de declaração ou de interposição de outros recursos.

Deixe seu comentário...