[VÍDEO & FOTOS] massacre durante missa deixa várias pessoas mortas e feridas em Campinas “imagens fortes”

Vídeo e fotos mostra ataque em catedral de Campinas; "imagens fortes" o tiroteio aconteceu no horário do almoço desta terça (11).

 

Uma tragédia aconteceu no início da tarde desta terça-feira (11-dez) em Campinas (SP). Um homem matou quatro pessoas e deixou quatro feridas em um ataque a tiros após a missa das 12h15 na Catedral Metropolitana, no Centro da cidade, por volta de 13:00hs, segundo os Bombeiros, Samu e Polícia Militar. O suspeito pelos disparos na igreja cometeu suicídio em seguida.

Como aconteceu

De acordo com o Corpo de Bombeiros, o suspeito teria entrado na Catedral com uma pistola e um revólver calibre 38, e se matado em frente ao altar após os crimes. O delegado do Deinter 2, José Henrique Ventura, diz que o atirador foi atingido por policiais militares que entraram na igreja após ouvir os disparos. Ele foi ferido enquanto perseguia outros fiéis. Caído, tirou a própria vida.

O atirador

A Polícia Civil confirmou a identidade do atirador como Euler Fernando Grandolpho, de 49 anos, que tem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) registrada em Valinhos (SP). O delegado José Henrique Ventura disse ainda que a profissão do atirador era analista de sistemas e que Euler não tinha antecedentes criminais. O atirador morava com os pais, não trabalhava desde 2015. De acordo com Ventura, aparentemente não havia relações entre o atirador e as vítimas.

Igreja lamenta a tragédia

O Monsenhor Rafael Capelato, da Arquidiocese de Campinas, disse que o crime deixou todos abalados e que a comunidade católica de Campinas vai superar a tragédia. O Padre Amauri Thomazzi rezou a missa que aconteceu momentos antes do atirador cometer os crimes e muito emocionado, postou um vídeo nas redes sociais, pedindo que as pessoas rezassem pelas vítimas e também para o assassino.

Ação rápida da Polícia

A Polícia Militar agiu com rapidez pois estava com a segurança reforçada no comércio por conta das compras de Natal. O Major Adriano Augusto Leão – Comandante do 8º Batalhão da PM afirmou que se os policiais não estivem tão próximos e não tivessem feito a ação como fizeram com todo o cuidado, com certeza seriam feitas mais vítimas, pois restaram ainda com o atirador cerca de 28 munições.

A Catedral permaneceu interditada toda a tarde para a realização de perícia. Os investigadores ainda tentam descobrir a motivação do crime. Os quatro mortos são homens e os feridos foram levados ao Mário Gatti, Beneficência Portuguesa e Hospital de Clínicas (HC) da Unicamp. No início da noite desta terça-feira três feridos foram liberados e um permanece no hospital, em estado grave.

Luto oficial

Em Nota Oficial a prefeitura informou que o prefeito de Campinas, Jonas Donizette, decretou luto oficial de três dias em razão da tragédia ocorrida no início desta tarde, na Catedral Metropolitana. O decreto já vale a partir de hoje, terça-feira, 11/12.

VEJAS AS FOTOS CENAS FORTES

A CNH de Euler Fernando Grandolpho, o atirador da Catedral

ASSISTA AO VÍDEO CENAS FORTES

FOTOS & VÍDEOS: Reprodução / Redes Sociais e Grupo do WhatsApp

Deixe seu comentário...