Vigilância Sanitária vistoria “Quartel do Comando Geral – PMSE” após suspeita de insalubridade

O Quartel do Comando Geral (QCG), não apresentam condições dignas de trabalho.

ARACAJU/SE – A Vigilância Sanitária Municipal vistoriou na tarde desta quinta-feira, 16, um dos quarteis da Polícia Militar de Sergipe, localizado no centro da capital. A ida dos agentes se deu após a Associação dos Militares do Estado de Sergipe (Amese) ter encaminhado um ofício ao órgão fiscalizador. Segundo denúncia da Amese, algumas unidades policiais, dentre elas, o Quartel do Comando Geral (QCG), não apresentam condições dignas de trabalho.

Sargento Vieira, presidente da Amese (Foto: Portal Infonet)

Segundo informações do ofício enviado à Vigilância, a Amese informa que a grande maioria dos batalhões apresentam infiltrações, proliferação de fungos e risco de disseminação de doenças infecto-contagiosas devido à precariedade das instalações físicas, além da falta de higiene das instalações sanitárias.

De acordo com o presidente da Amese, sargento Vieira, a grande maioria das dependências dos quarteis militares sofrem com a falta de uma boa infraestrutura. “É bom ressaltar que esse pedido de vistoria foi feito para diversas unidades da Polícia Militar. Em uma unidade de Socorro, por exemplo, foi constatado que a nossa denúncia é verídica e o local é insalubre para a saúde dos policiais”, relata.

Ainda segundo informações de Vieira, é esperado que as demais unidades da Vigilância Sanitária de outros municípios possam também fazer essa fiscalização. “Nós estamos em contato com os municípios de Glória, Propriá, dentro outros, para que a Vigilância Sanitária possa averiguar as situações que nós estamos denunciando há um bom tempo”, afirma. Vieira diz que a atual situação impede que os agentes da PM possa realizar de maneira eficiente seu trabalho. “Algumas dependências dos quarteis são totalmente degradantes. O policial não consegue desempenhar bem sua funções estando inserido em lugares com mofo, goteiras, fungos e falta de higiene”, lamenta.

Agentes da Vigilância Sanitária (Foto: Portal Infonet)

SMS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que a vistoria é algo “rotineiro” e faz parte das atribuições da Vigilância Sanitária. “Fui uma vistoria de rotina. Nós recebemos o ofício da Amese e logo encaminhamos uma equipe da Vigilância ao local. Tudo traçado na normalidade”, informa.

PM

A Polícia Militar do Estado de Sergipe (PM-SE) informou que não irá se manifestar publicamente.

Por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio

 

Deixe seu comentário...